02/08/2017

O lado negro dos clubes subterrâneos na China

O artista ucraniano Sergey Melnitchenko mudou-se para Hong Kong em 2015, onde começou como modelo e dançarino. Mas logo esse ramo de trabalho o levou a um emprego em uma das casas noturnas da cidade, o que o transformou em um fotografo, e também mostrou-lhe o mundo que ele não conhecia.

"Travestis, meninas banhando-se em banheiras de cerveja, atores bêbados e visitantes ainda mais bêbados. Tudo isso [é o] clube, o clube onde eu estou trabalhando ", essa é a introdução que Sergey dá à série de fotos "Atrás das Cenas", que ele fez durante um emprego de quatro meses em um clube subterrâneo chinês sem nome.




































Mais informações: huck